Antuérpia na moda

Esse post é em homenagem a uma amiga que em breve irá para a Antuérpia, uma cidade que eu amo e que é importante para a moda, apesar de pouco conhecida. A Antuérpia fica na parte flamenca da Bélgica e tem uma das universidades mais reconhecidas do mundo em arte e design (e isso inclui moda): a Royal Academy of Fine Arts Antwerp. Ela começou a ganhar espaço no mundo fashion nos anos 80, com a ascensão do ‘The Antwerp Six’, um grupo de seis ex-alunos avant-garde, formado por Dries Van Notten, Ann Demeulemeester, Walter Van Beirendonck, Dirk Bikkembergs, Dirk Van Saene e Marina Yee, que alugou uma van e foi para Londres arrebentar com suas coleções. Mas na verdade a mesma escola já formou muitos outros estilistas que ganharam fama, como Martin Margiela, Veronique Branquinho, Bernhard Willhelm, Bruno Pieters, Kris Van Assche, AF Vandevorst, e mais recentemente Peter Pilotto, entre outros. O que os estilistas formados lá tem em comum é uma relação mais autoral e artística com a moda, que para a Academia é uma forma de expressão. O resultado são trabalhos menos ligados a tendências, mais contemporâneos e inovadores em geral. Durante todo o curso eles convivem com alunos de outras artes (fotografia, pintura, escultura, design, etc) e isso de certa forma os influencia em seu processo criativo. A Academia trabalha com um padrão muito elevado e para ingressar no curso é preciso mostrar perseverança e originalidade. Já vi uma exposição dos trabalhos do primeiro ano, e fiquei chocada com o grau de dificuldade e qualidade dos designs (algumas fotos abaixo).a

Para quem gosta de moda e visita a Antuérpia, a escola é definitivamente o ponto alto da viagem e deve ser sempre a primeira parada. O espaço térreo é ocupado pelo MoMu, ModeMuseum Provincie Antwerpen, que (aviso logo:) não tem coleção permanente exposta, mas sempre tem alguma exposição rolando e elas são montadas com o mesmo rigor esperado dos alunos. Ou seja, é sempre tudo incrível! Já vi duas – eles sempre constroem ambientes para o visitante entrar literalmente no tema. Dia 25 de março começa a “BLACK – Masters of Black in Fashion and Costume” que ilustra fases históricas do nosso tão amado ‘pretinho’ com exemplos de pinturas, roupas de séculos passados e contemporâneos como Gareth Pugh, Chanel, Olivier Theyskens, Givenchy (Riccardo Tisci), etc.

E aguardem porque ainda tenho muito mais para falar da Antuérpia!

Anúncios

3 Respostas para “Antuérpia na moda

  1. Oi amiga!!!
    Obrigada pelo carinho!!!!
    Amei o texto, como sempre…
    Adoro seu trabalho,
    bjs!
    Clarissa

  2. Pingback: London Fashion Week : Hannah Marshall « Ana Claudia Lopes

  3. Pingback: Evolução do Design de Moda – 28/04/12 | Inovação, Mídia e Moda – Pós

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s